Como escolher um roteador sem fio ?

Roteador Top da Link One. Modelo L1-RWH1235AC.
Roteador Link One modelo L1-RWH1235AC.

Realizar um upgrade nos dispositivos de rede – seja ela doméstica ou empresarial – é uma atividade muito importante que irá definir o desempenho por um bom tempo. Assim, é necessário escolher adequadamente todos dispositivos. Neste post será dada uma atenção especial sobre o item roteador.

O roteador tem como função interligar redes distintas de forma a definir a melhor rota dos dados. De forma mais prática ele interliga os computadores de uma rede local ligados pelas portas LAN (Local Area Network) e a Internet ligada na porta WAN (Wide Area Network).

Primeiramente é muito importante explicar que muitos usuários comumente procuram informações em locais inapropriados. Essa prática leva a muitos erros e arrependimentos. Assim, o que você NÃO DEVE fazer:

  • Nunca se deixar levar pelo preço! Por causa da guerra de preços entre as lojas existe muita porcaria barata vinda do exterior sem compromisso nenhum a qualidade. Eu afirmo que há marcas excelentes no mercado por um valor minimamente superior. A economia medíocre que se faz no primeiro momento se perde com a baixa durabilidade e insatisfação durante a experiência de consumo. Acredite que seu dinheiro, tempo e paciência merecem muito mais respeito!
  • Nunca compre a primeira opção a ser apresentada. É totalmente compreensível que somos guiados por sentimentos de elevada ansiedade nas aquisições. Lembre-se: A pressa é inimiga de uma boa compra!
  • Cuidados com sugestões de clientes em lojas virtuais que podem ter sido fabricadas com propósito unicamente de vender e mesmo que sejam verdadeiras, as más sugestões quase sempre são eliminadas pelos mantenedores da loja.
  • Opiniões alheias sem fundamentos, por pessoas inexperientes ou sem o menor conhecimento. Elas levam o consumidor a vários erros de escolha e muito aborrecimento.

A escolha de um bom roteador deve levar em consideração diversos aspectos técnicos e práticos que influenciam no grau de satisfação de uso da rede. Os principais aspectos estão listados abaixo.

  • Investimento disponível: cada consumidor define o quanto deseja investir.
  • Finalidade de uso: uma conexão de internet pode ser utilizada para navegação básica, muitos downloads, intercâmbio de dados empresariais on-line, teleconferência com vídeo, jogos online, filmes HD e roteador de mesa para viagem. Cada aplicação tem uma exigência de velocidade, estabilidade, performance e tráfego diferente.
  • Largura de banda: é um limitante da velocidade máxima da Internet que você escolher o seu serviço de conexão.
  • Número de usuários simultâneos: divide a largura de banda disponível do link de Internet.
  • Portabilidade: o aparelho pode ter um uso itinerante, como por exemplo, uma chácara de fim de semana ou um resort. Nesses casos o consumidor pode querer usar um modem USB 3G/4G e distribuir a Internet para diversos aparelhos.
  • Disposição: roteadores tradicionalmente ocupam um certo espaço nas mesas devido ao seu design horizontal. Soluções mais recente disponibilizam um formato vertical que necessitam de menos espaço ou mesmo podem ficar suspensos conveniente na parede.
  • Velocidade: conforme as aplicações e o número de usuários simultâneos há um impacto direto sobre a velocidade dos dados.
  • Performance: a quantidade de volume de dados que trafegam no wireless varia por algumas razões. Para garantir uma alta taxa de dados deve-se preferir roteadores que operam com a nova tecnologia AC com alta taxa de transferência de dados.
  • Freqüências de operação: a maioria dos roteadores operam com apenas uma banda que é melhor em ultrapassar obstáculos. Os roteadores mais novos possuem uma segunda banda que é melhor para trafegar grandes quantidades de dados e não sofrem interferência de telefones sem fio e forno de microondas, porém é mais sensível aos obstáculos.
  • Distância e barreiras entre o roteador e os dispositivos: existem roteadores com sinal mais forte que são adequados onde os computadores estão mais afastados dele.
  • Padrões wireless atendidos: estão relacionados às velocidades de operação e a taxa de transferência de dados. Atualmente o padrão mais moderno é o AC que conta a banda de 5 GHz e uma taxa de que pode ultrapassar o Gigabit de transferência. Comercialmente algumas marcas exibem valores como 1200 Mbits ou 3200 Mbits, mas são somatórios de velocidades de bandas diferentes, por exemplo: 300 Mbits/s da banda 2,4 GHz e 900 Mbit/s da banda 5GHz.
  • Potência ajustada por botão ou interface do navegador: roteadores com sinal de alta potência normalmente possuem alguma forma de regular a intensidade do sinal, pode ser por um botão ou um comando nas configurações via navegador.
  • Antenas: a quantidade de antenas aumenta a estabilidade do sinal de rede. O ganho da antena representa o alcance dela e é medido em dBi’s (decibéis isotrópicos). Alguns modelos possuem antenas destacáveis com a rosca padrão SMA que permitem modelos com diferentes medidas de dBi. Por fim convém lembra que alguns modelos possuem antenas internas que oferecem um design mais elegante.
  • Discrição: conforme o ambiente onde o aparelho será instalado convém escolher um modelo mais discreto quando ao tamanho e design.
  • Segurança: é uma característica fundamental para aparelhos wireless, por exemplo: controle MAC e botão WPS.
  • Número de Portas: roteadores wireless além de funcionarem como ponte para dispositivos sem fio também conectam aparelhos por cabo de rede através das portas LAN. Alguns aparelhos possuem portas LAN com padrão de velocidade Gigabit para melhor tráfego mais rápido.
  • Funcionalidades: além de conectar duas rede um roteador pode realizar mais funções, por exemplo:  switch para conectar vários dispositivos por cabo, repetidor para amplificar o sinal de rede wireless, ponto de acesso para disponibilizar rede sem fio, servidor de internet para prover acesso aos serviços da internet além das aplicações da rede local e modem DSL para conectar por rede via cabos telefônicos.
  • Duração da Garantia de Qualidade do fabricante: proporciona maior tranqüilidade ao cliente e maior credibilidade a marca.
  • Homologação na ANATEL: garante os padrões utilizados de forma que evite interferências acima do nível aceitável em outros aparelhos e na vizinhança; proporciona segurança aos usuários quanto a carga de radiação eletromagnética aceitável sobre a saúde humana.
  • Suporte Técnico Gratuito do Fabricante ou Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC): excelentes canais para auxiliar o cliente ao ocorrerem dúvidas de instalação e uso, assim como a necessidade de se acionar a garantia ou mesmo de opinar sobre os produtos a fim de aprimorar a versões seguintes.
  • Disponibilidade das informações pela Internet pelos fabricantes e varejistas: fabricantes e lojas que oferecem acesso fácil das informações de seus produtos facilitam os consumidores a escolher seus produtos e aumentam;
  • Itens inclusos com o aparelho: é importante conhecer os complementos que vem na embalagem para saber quais itens devem ser comprados a parte. Especialmente em uma compra realizada na Internet.

Agora que foram enfatizadas quais as feições a serem observadas, utilize as seguintes fontes de informação para finalmente escolher aparelho que melhor satisfaz as necessidades:

  • Catálogos dos fabricantes para entender os produtos semelhantes.
  • Bons sites de e-commerce com descrições bem detalhadas.
  • Conversar com um vendedor da sua confiança.
  • Ligar para o Suporte Técnico Gratuito ou Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) a fim de obter informações.
  • Consumidores conhecidos e confiáveis que já utilizaram os produtos.
  • Tabelas comparativas que alguns varejistas ou fabricantes apresentam, por exemplo a tabela abaixo disponível no link Comparativo do Principais Roteadores Link-One®.
Comparativo de Roreadores
Comparativo dos Principais Roteadores da marca Link-One.

Escolhido o aparelho você deve escolher uma boa loja para adquirir seu roteador. Escolha boas marcas, pois a abertura nas exportações permitiu que muitos aparelhos de baixa qualidade entrarem no comércio brasileiro. Prefira as boas marcas por terem muito mais compromisso com a qualidade e satisfação do cliente. Esqueça os produtos contrabandeados pois não possibilitam a emissão da Nota Fiscal válida e conseqüentemente não oferecem garantia legal.

Recomendo os roteadores da marca Link One por atingir alto padrão de qualidade englobando a homologação da ANATEL e pela facilidade serem comprados na internet, por exemplo através da loja virtual Oceano Informática.

Caro leitor espero os seus comentários, compartilhamentos ou recomendações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: